Cerca de 500 mil pessoas são esperadas na 16ª Parada da Diversidade - TupanatingaFm

Últimas Notícias

Cerca de 500 mil pessoas são esperadas na 16ª Parada da Diversidade

16º Parada da Diversidade deve receber 500 mil pessoas
16º Parada da Diversidade deve receber 500 mil pessoasFoto: Hesíodo Góes/Folha de Pernambuco
A avenida Boa Viagem será palco, neste domingo (17), de mais um ato em busca de direitos para a comunidade LGBTTI em Pernambuco. Com o tema "Por Cidades Diversas. Nenhum Direito a Menos!", a 16ª Parada da Diversidade faz alusão à busca por espaços públicos mais inclusivos e sem homofobia. Além de um ponto tradicional de encontro e celebração, a parada é um ato político que visa reivindicar e proteger os direitos desta população e contará com diversas ações para alertar ao cuidado com a saúde e enfrentamento à violência. 


A concentração do evento será às 9h, no Parque Dona Lindu, de onde os participantes seguirão até a Padaria Boa Viagem. Rotas de alguns transportes públicos serão alteradas e trechos serão interditados, para a passagem das 500 mil pessoas esperadas.

Atrações locais e nacionais

Toda estrutura está sendo montada para receber atrações como Karol Conka, Valeska Popozuda e a drag queen Gloria Groove, além dos diversos trios elétricos que desfilarão pela orla de Boa Viagem. Atrações regionais também receberão destaque na 16º Parada da Diversidade. 

O Instituto Boa Vista, ONG que desenvolve o Projeto Cidadania LGBT, no Recife, levará para o abre-alas do evento 30 coreógrafos da Associação de Bandas e Fanfarras (ABANFARE) e sua banda marcial composta por mais trinta músicos. A maioria dos coreógrafos e músicos são naturais das cidades de Afogados da Ingazeira, Paudalho, Timbaúba, Carpina, Vicência e da Região Metropolitana do Recife.



Esquema de trânsito

A fim de garantir o fluxo de participantes neste trecho, a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) montou um esquema especial para a circulação de veículos na área, com cerca de 100 agentes e orientadores de trânsito. O trecho, compreendido entre a Avenida Armindo Moura e a Rua Padre Bernardino Pessoa, será interditado das 7h às 20h.

Outras 20 ruas que interligam a Rua dos Navegantes à Avenida Boa Viagem também serão obstruídas durante o período. Conforme a passagem do desfile for acontecendo, os bloqueios serão desmanchados, restando apenas o trecho entre as rua Barão de Souza Leão (Pracinha de Boa Viagem) e Padre Bernardino Pessoa. 

Os condutores que saem de Piedade, Candeias ou de praias do Litoral Sul podem seguir pela Avenida Boa Viagem, entrar à esquerda na Avenida Armindo Moura e depois à direita na Rua Cosmorama. Depois, a opção é seguir pela Avenida Marechal Juarez Távora, Rua Rio Azul, Avenida Desembargador José Neves e Avenida Dom João VI, no acesso à via Mangue, ou, à direita, seguindo pela Rua Félix de Brito e Melo até a Avenida Conselheiro Aguiar. Outra alternativa é desviar pela Avenida Armindo Moura em direção à Estrada da Batalha e seguir no sentido Afogados.

Levantamento de dados
Este ano, 40 ativistas da ONG Gestos, voltada aos direitos da comunidade LGBTTI, estarão circulando pelo local para aplicar questionários direcionados a gays, homens que fazem sexo com outros homens (HSH), travestis e transexuais, entre 14 e 29 anos, buscando identificar as condições de vulnerabilidade às Infecções Sexualmente Transmissíveis.

A ONG sentiu a necessidade de realizar a intervenção porque, de acordo com o Ministério da Saúde, desde 2006, o número de novas infecções pelo HIV nesta faixa etária aumentou mais de 50% no País. Enquanto no resto do mundo, o número de novos casos da patologia em jovens caiu 32%.

A equipe da Gerência da Livre Orientação Sexual (GLOS) da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas Sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife também vai realizar uma pesquisa sobre violência à esta população com o objetivo de colher informações para subsidiar o direcionamento das ações de forma mais eficiente.

Orientações e atendimentos
A Prefeitura do Recife também participará do movimento. Profissionais do Centro Municipal de Referência em Cidadania LGBT do cidade darão orientações sobre direitos humanos e farão atendimentos especializados às vítimas de discriminação e homofobia na Delegacia de Boa Viagem e numa unidade móvel de atendimento que funcionará no Parque Dona Lindu.
Professores do Programa Academia da Cidade, da Secretaria de Saúde, ainda darão aula de dança durante a concentração do evento. Cerca de 130 mil camisinhas masculinas, 2 mil femininas e 16 mil sachês de lubrificante serão distribuídos pelos agentes redutores de danos da Secretaria de Saúde.
Transporte público
Para os que usarão transportes públicos no dia, algumas alterações também devem ser notadas. Certas linhas de ônibus que circulam na via, próximo ao Parque Dona Lindu, terão seus itinerários modificados. Entre elas estão Piedade, Piedade/Derby, Piedade/Rio Doce, Candeias, Candeias/Shopping RioMar, Conjunto Catamarã, Jardim Piedade e Massangana (Boa Vista). Alguns pontos de embarque e desembarque deixarão de ser atendidos pelas linhas. Entre eles estão 010088, 010089, 010090, 010091, 010092, 010093 e 01004, na Avenida Boa Viagem, e o ponto 010095, situado na Av. Barão de Souza Leão (Pracinha de Boa Viagem). 

Os usuários poderão utilizar, como alternativa, a parada 010255, na Av. Armindo Moura, lado oposto à Rua General Charles de Gaule, ou a parada 010096, situada na Av. Conselheiro Aguiar, na Pracinha de Boa Viagem, que durante o período da interdição deixará de ser seletivo.  
16º Parada da Diversidade deve receber 500 mil pessoas
16º Parada da Diversidade deve receber 500 mil pessoa

Nenhum comentário